sexta-feira, 12 de junho de 2015

DIA DOS NAMORADOS
Aquele dono do mercadinho conhecia todos pelo nome e apelido, já que muitos freqüentavam ou freqüentaram o caderninho de fiado do seu mercado. Adorava quando algum freguês parava para conversar com ele sobre futebol, só não gostava que falassem mal do seu time, o Vasco da Gama. Gostava também que falassem de política, fora várias vezes convidado para vir candidato á vereador, mas, nunca aceitou, dizia que se saísse candidato perderia tanto os amigos como os fregueses devido achar que todo mundo ia lhe pedir alguma coisa em troca de voto. E aí a falência seria inevitável.
Mas a vida do pacato cidadão seguia em frente, de casa para o mercado e do mercado para casa sem alterar sua rotina, e continuava falando de futebol ou política e como sempre irritando as pessoas que esperavam impacientes na fila do caixa. E ainda tinha uns engrIaçadinhos que costumavam reclamar do preço, que deixava o cara irritado, fazendo com pegasse todas as notas fiscais dos produtos e mostrasse para o reclamante a sua baixíssima margem de lucro em relação aos concorrentes e isso fazia com que os fregueses protestassem com a demora da fila.
Um dia depois de ir ao banco pagar suas faturas, passou em frente a uma floricultura e resolveu dar uma olhada nas diversas espécies exposta na frente da loja.
- Bom dia. Disse a atendente da loja.
- As flores estão lindas e os preços estão ótimos. O senhor não quer levar um buquê? Domingo é o Dia dos Namorados e o senhor já podia encomendar um que entregamos em sua casa. A surpresa é sempre muito boa.
Depois de pensar um pouco, o cidadão pegou o talão de cheques e disse:
- Faz um buquê bem grande com essas flores aqui, gostei muito delas, e minha mulher como adora todo tipo de plantas e flores, com certeza também vai gostar.
No domingo a campanhinha soou cedo, era o entregador da floricultura com a encomenda. A dona da casa quando viu o enorme buque nas mãos do rapaz não acreditou, ficou pasma e perguntou:
- O senhor tem certeza que está no endereço certo?
- Estou sim dona, eu estava na loja quando seu marido encomendou as flores, ele pagou até com cheque.

Tá bom meu amigo, muito obrigado! Disse a mulher admirada e ao mesmo tempo decepcionada. Admirada porque seu marido nunca lhe dava flores e decepcionada pelo fato daquele enorme buque conter a chamadas flores de defunto.  

quinta-feira, 27 de março de 2014

A melhor definição de carioca que já li
Nunca vi o Rio tão bem descrito por alguém de fora... SENSACIONAL!!!

"E então eu parei o carro, puxei o freio de mão e pensei: “Cheguei em casa”.
Faz 1 ano. Desembarquei com esposa, cachorro e umas malas. A mudança veio no dia seguinte. Levei 33 anos imaginando “como seria”, e agora tenho 1 pra contar “como foi”.
O Rio de Janeiro é a minha Paris. Eu não sonho com a tal de torre, nem me importo com o Louvre, nem acho do cacete tomar café naquela tal de Champs-Elysèes. Eu acho charmoso ir à praia de Copacabana, tomar cerveja de chinelo no Leblon e ir a um samba numa grande escola.
Sou paulista, nunca tive rivalidade bairrista em casa. Nunca me ensinaram a odiar o estado vizinho; ao contrário, sempre me foi dada a ideia de que, estando no Brasil, estou em casa.
Ouvi mil mentiras e outras mil verdades sobre o Rio enquanto morei em São Paulo. Todas justas no final das contas.
Carioca exagera tudo, pra baixo e pra cima. Se elogiar a praia, ele a exalta, dizendo que é “a melhor praia do mundo”. Se falar que é perigoso, ele não nega - diz que é “perigoso pra caramba”.
Trata sua cidade como filho; só ele pode falar mal.
Cariocas não marcam encontro - simplesmente se encontram.
A confirmação de um convite aqui não quer dizer nada. Você sugere “Vamos?”, eles dizem “Vamo!”. O que não implica ter aceitado a sugestão.
Hora marcada no Rio é “por volta de”. Domingo é domingo. E relaxa, irmão. Pra que a pressa?
Em 5 minutos, são amigos de infância; no segundo encontro, te abraçam e já te colocam apelidos.
Não te levam pra casa: te convidam pra rua. É curioso, mas é que a “rua” aqui é tão linda que se trancar em casa é desperdício.
Cariocas andam de chinelo e não se julgam por isso. São livres, desprovidos de qualquer senso de sofisticação. Ao contrário, parecem se sentir mal num ambiente formal e de algum requinte.
“Porra” é um termo que abre toda e qualquer frase na cidade. Ainda vou a uma igreja conferir, mas desconfio que até missa comece com “Porra, Pai nosso que estais…”.
Cariocas são pouco competitivos. Eu acho isso maravilhoso, afinal, venho da terra mais competitiva do país. E confesso: competir o tempo todo cansa.
Acho graça quando eles defendem o clube rival pelo mero orgulho de dizer que “o futebol do Rio” vai bem. Eles nem notam, mas, às vezes, se protegem.
Eles amam essa "porra". É impressionante.
Carioca é o povo mais brasileiro que há, mas que é tão orgulhoso do que é que nem parece brasileiro.
Tem um sorriso gostoso, um ar arrogante de quem “se garante”.
Papudos, malandros, invocados. Faaaaalam pra cacete. E sabem que estão exagerando.
Eles acham que sabem o que é frio. Imagine, fazem fondue com 20 graus!
A Barra é longe; Búzios, logo ali!
Niterói é um pedaço do Rio que eles não contam pra turista - só eles aproveitam.
Nilópolis é longe; Bangu, também; Madureira é um bairro gostoso. O Leblon, vale os 22 mil por metro quadrado sugeridos pelos corretores. Aliás, corretores no Rio são bem irritantes.
Carioca, num geral, acha que está te fazendo um favor mesmo se estiver trabalhando. É tudo absolutamente pessoal, informal.
Se ele gostar de você, te atende bem. Se não, não.
Tá com pressa? Vai se irritar. Eles não têm pressa pra nada.
Sabe aquela garota gostosa que sabe que é gostosa? Cariocas sabem onde moram.
O bairrismo deles é único. Nem separatista, nem coitadinho. Apenas orgulhoso. Ao invés de odiar um estado vizinho, o sacaneiam e se matam de rir de quem se ofende.
Carioca tem vocação pra ser feliz.
São tradicionais, não gostam que o mundo evolua. Um novo prédio no lugar daquele casarão antigo abandonado não é visto como progresso, mas sim com saudades.
São folgados. Juram ser o povo mais sortudo do mundo.
E quem vai dizer que não?
No Rio, você vira até mais religioso. Aquele Cristo te olha todo santo dia, de braços abertos. Não dá! Você começa a gostar do cara…
E aí vem a sexta-feira e o dom de mudar o ambiente sem mexer em nada. O Rio que trabalha vira uma cidade de férias. As roupas somem, aparecem os risos à toa, o sol, o futebol, o samba, o Rio.
Já ouvi um cara me dizer um dia que o “Rio é uma mentira bem contada pela mídia”. Ele era paulista, odiava o Rio, jamais tinha vindo até aqui. E é um cara esperto. Se você não gosta do Rio de Janeiro, fique longe dele. É a única maneira de manter sua opinião.
Em quase toda grande cidade a que vou noto uma força extrema para fazer o turista sentir-se em casa. Um italiano em São Paulo está na Itália, dependendo de onde for; um japonês, idem; um argentino vai a restaurantes e ambientes argentinos em qualquer grande cidade.
No Rio de Janeiro, ninguém te dá o que você já tem. Aqui, ou você vira “carioca”, ou vai perder muito tempo procurando um pedaço da sua terra por aqui.
Não é verdade que são preconceituosos. É preciso entender que o carioca não se diz carioca por nascer aqui. Carioca é um perfil -
Renato Gaúcho, por exemplo, é um dos caras mais cariocas do mundo.
Tem todo um ritual, um jeitinho de se aproximar.
Chame o garçom pelo nome; os colegas, de “irmão”. Sorria, abrace quando encontrar. Aceite o convite, mesmo que você não vá.
Faça planos para amanhã, esqueça-os 10 minutos depois. Faça amigos, o máximo de amigos que conseguir.
Quanto mais amigos, mais cerveja, mais risadas, mais churrascos, mais carioca você fica.

E quanto mais carioca você é, mais você ama o Rio. Como eles.

Gosto deles. Gosto de olhar pra frente e não ver onde acaba. Gosto de sol, de abraço, de rir muito alto e de não me achar um merda por estar sem grana.
Gosto de como eles se viram. Gosto da simplicidade e da informalidade que os aproxima do amadorismo.
A vida não tem que ser profissional.
Tem que ser gostosa.
E de gostosa, convenhamos, o Rio tá cheio.
Ops! Desculpa, amor! Escapou.

Abs.,  merrrrmão!


Ricardo Perrone

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

CURRICULUM ATUALIZADO

Você acha que não te contratam em uma Grande empresa porque o seu currículo é muito 'fraquinho'? É muito simples! Basta fazer algumas substituições no nome da profissão!
A seguir, algumas dicas para você dar um reforço em seu curriculum:

 Coordenador de Movimentação Interna (porteiro)
 Coordenador de Movimentação Noturna -(vigia)
 Distribuidor de Recursos Humanos (motorista de ônibus)
 Distribuidor de Recursos Humanos VIP (motorista de táxi)
 Distribuidor Interno de Recursos Humanos  (Ascensorista)
 Diretora de Fluxos e Saneamento de Áreas (a tia que limpa o banheiro
 Especialista em Logística de Energia Combustível  (frentista)
 Auxiliar de Serviços de Engenharia Civil (Pedreiro)
 Segundo Auxiliar de Serviços de Engenharia Civil (Servente, o chamado peão de obra ou "oreia seca"!)
 Especialista em Logística de Documentos (office-boy)
 Especialista Avançado em Logística de Documentos (motoboy) -
 Consultor de Assuntos Gerais e Não Específicos (vidente) - esse é melhor !
 Técnico de Marketing Direcionado (distribuidor de santinho nas Esquinas) - que ideia genial!!!
 Especialista em Logística de Alimentos (garçom)
 Coordenador de Fluxo de Artigos Esportivos (gandula)
 Distribuidor de Produtos Alternativos e Alta Rotatividade (camelô) - não é perfeito???
 Técnico Saneador de Vias Publicas (gari)
 Especialista em Entretenimento Masculino (prostituta)
 Especialista em Entretenimento Masculino Sênior (prostituta de luxo)
 Dublê de Especialista em Entretenimento Masculino (travesti)
 Supervisor dos Serviços de Entretenimento Masculino (cafetão)
 Técnico em Redistribuição de Renda (ladrão e politico)

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Meu Tio Tonico
Meu tio Tonico estava bem de saúde, até que sua esposa, minha tia Marocas, a pedido de sua filha, minha prima Totinha, disse:
-Tonico, você vai fazer 70 anos, está na hora de fazer um check-up com o médico.
- Para quê, estou me sentindo muito bem!
- Porque a prevenção deve ser feito agora, quando você ainda se sente jovem, disse minha tia.
 Então meu tio Tonico foi ver um médico.  O médico, sabiamente, mandou-o fazer testes e análises de tudo o que poderia ser feito e que o plano de saúde cobrisse.
 Duas semanas mais tarde, o médico disse que os resultados estavam muito bons, mas tinha algumas coisas que podiam melhorar. Então receitou:


Comprimidos Atorvastatina para o colesterol
Losartan para o coração e hipertensão,
Metformina para evitar diabetes,
Polivitaminas para aumentar as defesas.
Norvastatina para a pressão,
Desloratadina em alergia.
Como eram muitos medicamentos, tinha que proteger o estômago, então ele indicou Omeprazol e um diurético para os inchaços.
Meu tio Tonico foi à farmácia e gastou boa parte da sua aposentadoria em várias caixas requintadas de cores sortidas.
 Nessas alturas, como ele não conseguia se lembrar se os comprimidos verdes para a alergia deviam ser tomadas antes ou depois das cápsulas para o estômago e se devia tomar as amarelas para o coração antes ou depois das refeições, voltou ao médico.  Este lhe deu uma caixinha com várias divisões, mas achou que titio estava tenso e algo contrariado.  Receitou-lhe, então, Alprazolam e Sucedal para dormir.
                                         Naquela tarde, quando ele entrou na farmácia com  as receitas, o farmacêutico e seus funcionários fizeram uma fila dupla para ele passar através do meio, enquanto eles aplaudiam.                                                                                                              Meu tio, em vez de melhorar, foi piorando.                                                               Ele tinha todos os remédios num armário da cozinha e quase já não saia mais de casa, porque passava praticamente todo o dia a tomar as pílulas.                                          Dias depois, o laboratório fabricante de vários dos remédios que ele usava, deu-lhe um cartão de “Cliente Preferencial”, um termômetro, um frasco estéril para análise de urina e lápis com o logotipo da farmácia.                                                                              Meu tio deu azar e pegou um resfriado.  Minha tia Marocas, como de costume, fez ele ir para a cama, mas, desta vez, além do chá com mel, chamou também o médico.            Ele disse que não era nada, mas prescreveu Tapsin para tomar durante o dia e Sanigrip com Efedrina para tomar à noite. Como estava com uma pequena taquicardia, receitou  Atenolol e um antibiótico, 1 g de Amoxicilina. A cada 12 horas, durante 10 días.  Apareceram fungos e herpes, e ele receitou Fluconol com Zovirax.                              Para piorar a situação, Tio Tonico começou a ler as bulas de todos os medicamentos que tomava, e ele ficou sabendo todas as contra-indicações, advertências, precauções, reações adversas, efeitos colaterais e interações médicas. Leu coisas terríveis.  Não só poderia morrer mas poderia ter também arritmias ventriculares, sangramento anormal, náuseas, hipertensão, insuficiência renal, paralisia, cólicas abdominais, alterações do estado mental e um monte de coisas terríveis. E com medo de morrer, chamou o médico, que disse para não se preocupar com essas coisas, porque os laboratórios só colocavam para se isentar de culpa.                                                                                               - Calma, seu Tonico, não fique aflito, disse médico, enquanto prescrevia uma nova receita com um antidepressivo Sertralina com Rivotril 100 mg.  E como titio estava com dor nas articulações deu Diclofenaco.                                                                       Nessa altura, sempre que o meu tio recebia a aposentadoria, ia direto para a farmácia, onde já tinha sido eleito cliente VIP.                                                                     Chegou um momento em que o dia do pobre do meu tio Tonico não tinha horas suficientes para tomar todas as pílulas, portanto, já não dormia, apesar das cápsulas para a insônia que haviam sido prescritas.                                                                         Ficou tão ruim que um dia, conforme já advertido nas bulas dos remédios, morreu.        No funeral tinha muita gente mas quem mais chorava era o farmacêutico.                  Agora tia Marocas diz que felizmente mandou titio para o médico bem na hora, porque se não, com certeza, ele teria morrido antes.

Autor desconhecido
 Este e-mail é dedicado a todos os meus amigos, sejam eles médicos ou pacientes.
 Qualquer semelhança com fatos reais será “pura coincidência”
OBS : Antes que eu esqueça, os conselhos regional e nacional de medicina, entraram na justiça, (assim como o Fluminense sempre faz) e impediram a divulgação do nome do médico. Quanto a associação de laboratórios do Brasil, não conseguiu que nome dos remédios fossem divulgados porque seu advogado está preso devido o escândalo do mensalão.                                                                                                             Autor conhecido Diário da Meia ...



quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Saiu do armário

Um acontecimento passado em uma cidade de um certo estado brasileiro, no qual me reservo o direito de não dizer o nome em respeito aos meus amigos gaúchos, rolou um constrangimento geral entre as autoridades que se encontravam no palanque durante um ato público em comemoração do aniversário da cidade.
Depois de vários discursos de representantes religiosos, entidades civis e autoridades, um representante do movimento gay que havia reivindicado a palavra em nome das minorias, iniciou seu discurso da seguinte forma: - Senhor prefeito, demais autoridades e assistência presente, boa noite. Estou aqui como presidente da associação do movimento gay, antes eram poucos que queriam participar, mas hoje semos cinquenta e um membros. Nisto o prefeito chega perto do microfone e diz : - Somos ! E o presidente gay : Gente ! Que surpresa ! Agora graças ao prefeito que acaba de assumir, somos cinquenta e dois! 
O presidente do movimento gay ainda não está podendo receber visitas.

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

O ÓBVIO

Em uma escola muito heterogênea, onde estudam alunos de várias classes sociais, durante uma aula de português, a professora pergunta:
- Quem sabe fazer uma frase com a palavra "óbvio"?
Rapidamente, Luana, menina rica, uma das mais aplicadas alunas da classe, respondeu:
- Prezada professora, hoje acordei bem cedo, depois de uma ótima noite de sono no conforto de meu quarto. Desci a escadaria de nossa residência e me dirigi à copa. Depois de deliciar-me, fui até a janela .
Percebi que se encontrava guardado na garagem o automóvel BMW do meu pai. Pensei com meus botões:

- É ÓBVIO que meu pai foi ao trabalho de Audi.
Sem querer ficar para trás, Luiz Cláudio Wilson, de uma família de classe média, acrescentou:
- Professora, hoje eu não dormi muito bem mas consegui acordar assim mesmo, porque pus o despertador do lado da cama. Levantei meio zonzo, comi um pão meio muxibento e tomei café. Quando saí para a escola, vi que o fusca do papai estava na garagem. Imaginei:
- É ÓBVIO que o papai não tinha dinheiro para gasolina, foi trabalhar de busão.Embalado na conversa, Wandercleison Maicon Jáqueson, de classe baixa (é óbvio) e "curintias, é craro" 
também quis responder:
- Fessora, hoje eu quase não durmi, porquê teve tiroteio até tarde na favela. Só acordei de manhã porquê tava morrendo de fome, mas não tinha nada pra cumê mesmo... quando olhei pela janela do barracão, vi a minha vó com o jornal debaixo do braço e pensei:
- É ÓBVIO que ela vai cagá. Num sabe lê...

terça-feira, 22 de outubro de 2013

TELEFONEMA DO SUS

O telefone toca e a dona da casa atende. 
- Alô!
- A Sra.Silva, por favor.
- É ela.
- Aqui é Dr. Arruda do Laboratório. Ontem,quando o médico enviou a biopsia do seu marido para o laboratório, uma biopsia de um outro Sr. Silva chegou também e agora não sabemos qual é do seu marido. Infelizmente, os resultados são ambos ruins...
- O que o senhor quer dizer?
- Um dos exames deu positivo para Alzheimer e o outro deu positivo para AIDS.
Nós não sabemos qual é o do seu marido.
- Nossa! Vocês não podem repetir os exames?
- O SUS somente paga esses exames caros uma única vez por paciente.
- Bem, o Sr. me aconselha a fazer o que?
- O SUS aconselha que a senhora leve seu marido para algum lugar bem longe de sua casa e o deixe por lá. Se ele conseguir achar o caminho de volta, não faça mais sexo com ele.

segunda-feira, 14 de outubro de 2013



TOQUINHO EM BÚZIOS



No show maravilhoso do Toquinho, nome artístico de Antônio Pecci Filho, cantor, compositor e violonista brasileiro. Parceiro musical de Vitor Martins, Chico Buarque, Paulo Vanzolini, Jorge Ben e Vinícius de Moraes em Armação dos Búzios, havia diferentes tribos na Praça Santos Dumont. O que me chamou a atenção foram os comentários em relação ao artista. Músicos diziam que o som estava ruim (concordo), alguns preferiam que fosse apenas com um banquinho e um violão (concordo), que a cantora era ruim (concordo), uma senhorinha (talvez com Alzheimer) perguntava para um rapaz que deveria ser seu neto, porque Vinícius não veio, como não sei se ela falava do poetinha ou alguém com o mesmo nome,(concordo também minha senhora, faltou o Vinícius). Passei perto de um grupo que todos faziam cara de mal, admiradores das artes marciais que comentavam sobre o cantor ser muito chato, que o bom seria trazer o Toquinho lutador de MMA, aí sim, seria show. Uns funkeiros presentes também não gostaram do Toquinho, foram lá achando que o show seria do MC Tokinho que canta “Chuva de notas de 100”. PQP Alguém já ouviu esta merda? Alguns mal humorados e sem entenderem piadas, perguntavam como o artista podia está solto, foi ele causou a morte do poetinha, já que Vinícius morreu porque tropeçou no Toquinho e caiu.

Evidente que as músicas cantadas durante o show, trouxeram recordações a muitos casais que ficaram o tempo todo agarradinhos e vez ou outra trocavam abraços e beijinhos. Gente que não saía de casa nem para botar o lixo para fora estava lá, com roupa geralmente comprada para usar na Festa de Santana. Que venham mais shows de qualidade, Búzios não suporta mais tanto lixo de músicas tocadas em festas e tanto público de lixo.

terça-feira, 28 de maio de 2013



CABARÉ PROCESSA IGREJA UNIVERSAL 


O Prefeito de Aquiraz, Antônio Fernando Freitas Guimarães do PSB, veterinário, disse que ficaria neutro...
Tarcilia Bezerra começou a construção de uma expansão de seu cabaré, para aumentar suas "atividades" em constante crescimento, após a criação de Seguro Desemprego para pescadores e vários tipos de Bolsas.Em resposta, a Igreja Universal local iniciou uma forte campanha para bloquear a expansão - com sessões de oração em sua igreja de manhã, a tarde e a noite. O trabalho da ampliação e reforma progrediu célere até a semana antes da grande reabertura, quando um raio atingiu o cabaré daTarcilia , queimando as instalações elétricas provocando um incêndio que destruiu o telhado e grande parte da construção. Após a destruição do cabaré, o pastor e os crentes da igreja ficaram bastante presunçosos e se gabavam para todos "o grande poder da oração". Mas, na semana passada, Tarcilia, processou a igreja, o pastor e toda a congregação com o fundamento de que a Igreja "foi a responsável pelo fim de seu prédio e seu negócio - seja através de intervenção divina, direta ou indireta e ações ou meios". Na sua resposta à ação, a igreja, veemente e vorazmente negou toda e qualquer responsabilidade ou qualquer ligação com o fim do edifício. O juiz, leu a reclamação do autor e a resposta do réu, e na audiência de abertura, ele comentou: " Eu não com os diabos como vou decidir este caso, mas parece que a partir do que li até agora temos: Uma proprietária de puteiro que firmemente acredita no poder das orações, e uma igreja inteira que pensa que as orações não valem nada".

quarta-feira, 22 de maio de 2013



GRANDE ARISTEU
O prefeito deveria pensar com muito carinho na contratação do Aristeu. O cara tem mais utilidade que o Bombril, e com certeza também, mais que muitos funcionários que ganham para exercer apenas uma função e mal a exercem.
Para começar, o Aristeu tem nome limpo, bons antecedentes e é evangélico, e sendo assim, o município não precisaria contratar um personal pastor que segundo algumas notas publicadas em um jornal, pela função ganha uma grana enorme. O Aristeu conserta e regula fogões, além de desamassar panelas, mais uma economia já que com os fogões consertados e regulados, a prefeitura não precisaria gastar tanto dinheiro para comprar quentinhas para alimentar funcionários, pacientes e acompanhantes do hospital municipal. Quando o Aristeu não estiver orando e nem consertando ou regulando fogões, ele pode pintar os portões das escolas que vivem sendo pichados, e assim não seria necessário contratar uma firma de pintura a preços $$$. Como quase sempre os carros da prefeitura estão sujos e com a pintura meio embaçada, o Aristeu daria um polimento em todos com uma cera especial, que seria adquirida através de licitação, é lógico! Mais uma economia para o município. E quando o prefeito for viajar para a capital, não precisa correr risco com motoristas que dirigem mal e mal sabem ir a Cabo Frio, bota o Aristeu para dirigir, o cara tem 30 anos de experiência com habilitação categoria AD, e não é falsa. E, enquanto o prefeito conversa com o governador sobre Cabo Frio e outros municípios querer jogar cocô em Búzios, o Aristeu que também é despachante, vai resolver os problemas da prefeitura junto INSS, Ministério da Fazenda, Ministério Público, Tribunal de Contas, Secretária Estadual de Saúde, INEA, IBAMA ...
E como o prefeito é um antitabagista ferrenho, não teria problema nenhum em viajar com o Aristeu, que não  fuma e nem bebe, mas teria que arrumar uma mulher parar ele, já que o cara não abre mão de casar. Mas acredito que isto não seria problema,como é público e notório, em Búzios a quantidade de mulheres é bem maior que a de homens, haja vista que tem cara com mais de uma, alguns, até três.

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013



DEPENDE

O aluno estava lá no fim da sala de aula distraído com seu telefone quando a professora se dirige a ele e pergunta:
- Quantos são dois e dois?
- DEPENDE professora, se os números estão na horizontal são 22,se estão na vertical são 4.
- Muito bem, você parece que é mesmo do contra! Me diga agora, quem descobriu o Brasil?
- DEPENDE, se se refere a 1500 foi Pedro Álvares Cabral, se refere antes de 1500, foram os Índios que lá se encontravam.
- Ah!... Você se julga muito inteligente, não é ? Você se acha um superdotado, certo? Agora diga-me, quantos são os mandamentos da Lei de Deus?
- Bom... DEPENDE, professora!
- Como é que é DEPENDE?...
- DEPENDE, porque se são para homens são dez, mas se são para mulheres são nove, porque as mulheres não podem desejar a mulher do próximo!

- DEPENDE..., sussurra a professora.

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013


FÁBULA DO SAPO E DA LAGARTA.
 
 UMA LAGARTA SE APAIXONOU POR UM GIRINO E RESOLVERAM SE CASAR.
 NO DIA DO CASAMENTO A LAGARTA FOI PRO SEU CASULO E DEMOROU DEMAIS PARA SAIR.
 QUANDO SAIU O GIRINO HAVIA SE TRANSFORMADO EM UM SAPO FEIO E GORDO E A
 LAGARTA EM UMA LINDA BORBOLETA.
 VENDO AQUELE SAPO FEIO E GORDO DISSE:
 - NÃO CASO COM VOCÊ SEU SAPO FEIO...!
 E BATEU ASAS...  
 O SAPO OLHOU A BORBOLETA VOANDO E COM SUA LÍNGUA GRANDE E CERTEIRA PEGOU A
 BORBOLETA E A COMEU... *
 
 MORAL DA HISTORIA:
 
  Se Você é FEIO, mas tem uma boa LÍNGUA, acaba comendo alguém...! 

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Quarentões , cinquentões ...


Para os quarentões, cinquentões e outros...


Se você já passou dos cinquenta, prepare-se porque logo,
logo, vai começar a sofrer de TPC.
Para quem não está ligando o nome à coisa,explico: TENSÃO
PÓS CINQUENTA.
Só os homens sentem isso, porque mulher não faz cinquenta
nunca! No máximo...49!
Console-se, porque todo mundo um dia vai envelhecer.
Lembra-se de quando você tinha vinte anos? Você sofria por
bobagens, como ter que usar creme anti-acne? Agora tem que usar gel
para dor muscular e pomada para hemorroidas...
Você se apaixonava e achava que o teu coração te maltratava?
Experimenta subir correndo um lance de escada agora...
O que é uma fimose diante de uma artrose?
O que é um band-aid, diante de um emplastro?
O pior é quando v ocê percebe que ao invés de ter quatro
membros flexíveis e um duro, passou a ter quatro membros duros e um
mole!
O problema maior já não é aquela primeira vez que você não
consegue dar a segunda e sim a segunda vez que você não consegue dar a
primeira!
Agora, você nem se importa mais em tirar a roupa e não
provocar desejo, não provocando riso, já tá ótimo!
Aliás, sexo depois dos cinquenta, se você conseguir, é que
nem pizza... mesmo ruim, tá bom!
Os médicos dizem que sexo depois dos cinquenta é
importantíssimo! Ajuda na circulação sanguínea, nos batimentos
cardíacos e que deve ser praticado no mínimo três vezes por semana!
Então você pergunta: -Com quem?
E, se você for casado, então... não existe a menor
possibilidade que isso aconteça!
E se for solteiro e coroa, também não.
E ainda dizem que depois dos cinquenta o homem fica mais
sexy...só se for sexagenário..
Mas se você estiver solteiro, pode conseguir casar depois
dos cinquenta e fazer sua lista de casamento numa farmácia...
Dizem que a vida começa aos quarenta... Verdade!
Só que em vez de um pediatra, você começa a frequentar um geriatra...
Em vez do teste do pézinho...vai ganhar o teste do dedinho:
Um bom exame de próstata!
Depois dos cinquenta o romantismo muda para reumatismo...
Mas, você pode correr atrás do prejuízo. Corra numa esteira, num
parque, não importa...


DICA:
Depois da corrida, tome um açaí com prozac e meio viagra.
Sua depressão vai desaparecer na hora...se você não morrer!

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013


Conversa entre duas mortas. 

 - Morri congelada.

- Ai que horror !!! Deve ter sido horrível ! Como é morrer congelada?
- Bom, no começo é muito ruim: primeiro são os arrepios, depois as dores
 nos dedos das mãos e dos pés, tudo congelando.
- Mas, depois veio um sono muito forte e eu perdi a consciência.
 - E você, como morreu ?
- Eu ?
- Morri de ataque cardíaco.
 - Eu estava desconfiada que meu marido estava me traindo. Então, um dia
 cheguei em casa mais cedo, corri até ao quarto e ele estava na cama,
calmamente assistindo televisão.
 Ainda desconfiada, corri até o porão para ver se encontrava alguma mulher
 escondida, mas não encontrei ninguém.
 - Depois, corri até o segundo andar, mas também não vi ninguém.
 - Então, subi até o sótão e, ao subir as escadas, esbaforida, tive um ataque
 cardíaco e caí morta.
 - Puxa, que pena...
- Se você tivesse procurado no freezer, nós duas estaríamos vivas!


terça-feira, 8 de janeiro de 2013


O amor é outra coisa.
O amor não ilumina o seu caminho. O nome disso é poste. 
O amor não é aquilo que supera barreiras.
O nome disso é gol de falta.
O amor não faz coisas que até Deus duvida.
O nome disso é Lady Gaga.
O amor não traça o seu destino. 
O nome disso é GPS.
O amor não te dá forças para superar os obstáculos.
O nome disso é tração nas quatro rodas.
O amor não mostra o que realmente existe dentro de você.
O nome disso é endoscopia.
O amor não atrai os opostos.
O nome disse é imã.
O amor não é aquilo que dura para sempre. O nome disso é diamante.
O amor não é aquilo que surge do nada e em pouco tempo está mandando em você. 
Isso é Dilma Rousseff.
O amor não é aquilo que te deixa sem fôlego.

O nome disso é asma.

O amor não é aquilo que te faz perder o foco.
O nome disso é miopia.
O amor não é aquilo que te deixa maluco, te fazendo provar várias posições na cama.
Isso é insônia.
O amor não faz os feios ficarem pessoas maravilhosas. 
O nome disso é dinheiro.
O amor não é o que o homem faz na cama e leva a mulher à loucura.
O nome disso é esquecer a toalha molhada.
O amor não é aquilo que toca as pessoas lá no fundo. 
O nome disso é exame de próstata.
O amor não faz a gente enlouquecer, não faz a gente dizer coisas pra depois se arrepender:

O nome disso é vodka.

O amor não faz você passar horas conversando no telefone.
O nome disso é promoção da TIM/OI/VIVO/CLARO...
O amor não te dá água na boca. O nome disso é bebedouro.
Amor não é aquilo que, quando chega, você reza para que nunca tenha fim.

Isso é férias.

O amor não é aquilo que te alegra mas depois te decepciona.
Isso é pote de sorvete.
O amor não é aquilo que entra na sua vida e muda tudo de lugar. 
O nome disso é empregada nova.
O amor não é aquilo que te deixa bobo, rindo à toa e  sem  saúde . 
O nome disso é maconha.
O amor não é aquilo que gruda em você mas quando vai embora arranca lágrimas.

O nome disso é cera quente.
  
 

terça-feira, 27 de novembro de 2012

                                                   O PINTO  TUNICO

O vigário de um vilarejo tinha um pinto como mascote, chamado Tunico.
Certo dia, o pinto Tunico desapareceu e, preocupado, resolveu pedir ajuda aos paroquianos.
No dia seguinte, na missa, o vigário perguntou à congregação:
Algum de vocês aqui tem um pinto?
Todos os homens se levantaram.
Não, não, disse o vigário, não foi isso que eu quis dizer.
O que eu quero saber é se algum de vocês viu um pinto?
Todas as mulheres se levantaram...

Não, não, repetiu o vigário... o que eu quero dizer é se algum de vocês viu um pinto que não lhes pertence.
Metade das mulheres se levantou.
Não, não, disse o vigário novamente muito atrapalhado.
Talvez eu possa formular melhor a pergunta:*
O que eu quero saber é se algum de vocês viu o meu pinto?
Todas as freiras se levantaram.
Deixa pra lá, o Tunico que se f...

quinta-feira, 27 de setembro de 2012


Horóscopo Maldito:

ÁRIES – 21/03 a 20/04
Você é metido a honesto, sincero e se acha um líder natural. O problema é que você faz tudo ao contrário e não consegue influenciar ninguém. Você gosta de chegar em um determinado lugar e "botar pra quebrar".. Isso faz de você um ignorante completo. Na verdade, você arruma confusão em todo lugar que passa. Simplesmente porque você quer fazer as coisas do seu jeito nem que seja na base da porrada. O que você quer mesmo é poder. Você quer chegar ao poder nem que tenha que foder todos em sua volta. A sorte dos outros signos do zodíaco é que você nunca consegue chegar ao poder. Falta inteligência! 
As profissões típicas do ariano: Guarda de Trânsito, Juiz de Futebol, Lutador de jiu-jitsu.
TOURO- 21/04 a 20/05
Você é materialista e trabalha como um condenado. As pessoas dos outros signos do zodíaco pensam que você é um pão-duro, cabeça-dura, mão-de-vaca e estão certas. Além disso, você é um teimoso desgraçado que faz só burrada na vida e continua fazendo, fazendo, fazendo… Você deve estar se perguntando: Por que eu trabalho tanto e só me fodo? A resposta é simples: Sua cabeça-dura não deixa você enxergar um palmo além do seu nariz. Por isso que você trabalha como um condenado e nunca consegue subir na vida. Só leva fumo, e graças a sua teimosia idiota, continua levando, levando, levando... 
Profissões típicas do taurino: Peão-de-obra, Tri-atleta, Carregador de piano.
GÊMEOS- 21/05 a 20/06
Você é um falso "duas caras" , fofoqueiro, mentiroso e um grande cara-de-pau. Você não é confiável. É sinistro. No trabalho, faz amizade com todos como se fosse o melhor amigo e depois entrega todo mundo para o chefe. Você é tão safado que ninguém desconfia de você. Você gosta mesmo é de foder os outros e depois ficar rindo da cara deles. Você é um galinha. Não tem nenhum conceito de moral e tem caráter duvidoso. Além disso, todos consideram você um canalha mal-resolvido. Geminianos costumam ter muito sucesso para chifrar, e também no incesto, na prostituição e na cafetinagem. 
Profissões típicas do geminiano: Palhaço de circo, Político currupto, Prostituto(a).
CÂNCER – 21/06 a 21/07
Você é um chorão desgraçado. Os outros signos do zodíaco são obrigados a ficar aguentando você reclamar da sua vida. Você se acha solidário e compreensivo com os problemas das outras pessoas, o que faz de você um baba-ovo, puxa-saco. O que você quer mesmo é ficar "bem na fita". Você só quer saber de se dar bem, custe o que custar, e acaba sempre ficando numa boa, apesar de não valer nada. É na verdade um canalha com cara de santo. Quando pressionado você faz chantagem emocional. Chora e faz da sua vida a pior de todas. Por isso, os outros signos do zodíaco nunca desconfiam de você. E o pior é que todos gostam de você. 
Profissões típicas do canceriano: Cabeleireiro, Manicure / Pedicure, Animador de Auditório.
LEÃO – 22/07 a 22/08
Você se acha o máximo, um líder natural. Isso é que você acha. Os outros signos do zodíaco acham você um idiota. A sua prepotência é insuportável para os outros signos do zodíaco e até para você mesmo. Você não passa de um baba-ovo, puxa-saco incompetente querendo se promover a todo custo. Quer ter "status", ser o "rei da cocada preta", mesmo sabendo que não tem condição alguma de ser. Você quer ser a atenção de todos. Como não tem inteligência nem sempre consegue. Daí a sua agressividade. Gosta de botar todo mundo pra trabalhar pra você, enquanto você mesmo fica reclamando da vida sem fazer nada. 
Profissões típicas do leonino: Sequestradores, Diretores, Ditadores emergentes.
VIRGEM – 23/08 a 22/09
Você é metido a perfeccionista, observador e detalhista. Gosta de analisar e gerenciar tudo. Essa sua maldita mania faz de você um burocrata insuportável. Você é um bitolado e não tem nenhuma imaginação ou criatividade. Gosta mesmo é de tomar conta da vida dos outros. Critica os outros, "mete o pau" , mas não enxerga o próprio rabo. Quando as pessoas dos outros signos do zodíaco preenchem aquele maldito formulário de quinze vias carbonadas, de cinco cores diferentes, que devem ser batidos à máquina, elas não tem dúvida. Só pode ser um virginiano que fez. 
Profissões típicas do virginiano: Funcionário Público, Montador de quebra-cabeças, Contador de Clips.
LIBRA – 23/09 a 22/10
Você se acha equilibrado, idealista e justo. Parece sentir a necessidade de proteger os outros e lutar contra as injustiças. Na verdade, você pensa mesmo somente em si. Você é um engomadinho metido. Gosta de coisas sofisticadas e de alto nível, mas não passa de um ignorante desinformado. Nas conversas, quer falar sobre coisas de alto nível intelectual como literatura e arte, e dificilmente entra em assuntos polêmicos. Quer ser politicamente correto. Na realidade você é um grande "fazedor de média" puxa-saco baba-ovo. Isso esconde sua verdadeira cara. Dessa forma, os outros signos do zodíaco nunca saberão seu real interesse, que é foder os outros. Afinal, você é um teimoso, ignorante e ambicioso. 
Profissões típicas do libriano: Advogado do diabo, Gerente de casa de tolerância, Pastor Evangélico.
ESCORPIÃO – 23/10 a 21/11
Você é o pior de todos. Você é desconfiado, vingativo, obsessivo, rancoroso, vagabundo, frio, cruel, anti-ético, sem caráter, traidor, orgulhoso, pessimista, racista, egoísta, materialista, falso, malicioso, mentiroso, invejoso, cínico, ignorante, fofoqueiro e traiçoeiro. Você é um canalha completo. Só ama sua mãe e a si mesmo. Aliás, alguns de vocês não amam nem a mãe. Você é imprestável e deveria ter vergonha de ter nascido. Escorpianos são tiranos por natureza. São ótimos nazistas ou facistas. Seu único objetivo na Terra é foder os outros. E você tem um orgasmo quando consegue isso. Pelo bem dos outros signos do zodíaco, os escorpianos deveriam ser todos exterminados. 
Profissões típicas dos escorpianos: Carrasco, Terrorista, Serial Killer.
SAGITÁRIO – 22/11 a 21/12
Você é um otimista e tem uma forte tendência em confiar na sorte. Isso é bom para você, já que é imprudente, irresponsável, limitado e não possui nenhum talento. Como não tem competência, sempre arruma uma forma de se desculpar de suas burradas na vida. E sempre põe a culpa nos outros. Mas na verdade você que é incompetente mesmo. Você é um teimoso, ambicioso e metidinho. Na verdade, você é um idiota fracassado. Além do mais, seu conceito de ética e moral é limitado. Você é um puxa-saco, galinha e gosta mesmo é de sacanagem. Quando consegue alguma coisa na vida é sempre de forma obscura. 
Profissões típicas do sargitariano: Ator pornô, Advogado do Diabo, Bicheiro.
CAPRICÓRNIO – 22/12 a 20/01
Você é metido a sério, conservador e politicamente correto. Na verdade você é um materialista, falso, ambicioso e safado. Você tem uma tendência de ser enrustido em tudo. Grandes homosexuais foram capricornianos. Você é frio, não tem emoções e freqüentemente dorme enquanto está trepando. Você quer manter as aparências. Quando encontra um "amigo", abraça, deseja tudo de bom… mas na primeira oportunidade que tem executa a sangue frio. No fundo você gosta mesmo é de foder os outros. Você nunca joga limpo e sua frieza faz de você sanguinário completo. Mas que importa? Se a grana está entrando, ótimo! 
Profissões típicas do capricorniano: Banqueiro, Agiota, Traficante.
AQUÁRIO – 21/01 a 19/02
Você provavelmente não é desse planeta. Tem uma mente inventiva e dirigida para o progresso. Você mente e comete os mesmos erros repetidamente porque é imbecil e teimoso. Você adora ser o "do contra". Pensa que tem opinião formada sobre tudo. Na verdade, você é egoísta e gosta mesmo é de aparecer. Mesmo que esteja entre um milhão de pessoas, você quer ser o diferente. Você nunca segue os padrões. Isso faz de você um metido nojento. Você se acha o moderninho. Acha que está a frente dos outros signos do zodíaco.
Você não tem nenhuma moral. Se você for homem deve ser um galinha ou homossexual. Se for mulher tem grande chance de ser garota de programa. 
Profissões típicas do aquariano: Sindicalista, Estilista ou as duas coisas ao mesmo tempo.
PEIXES – 20/02 a 20/03
Você pensa que todo mundo é cabeça de bagre e só você é o esperto. Se acha o sujeito mais inteligente do zodíaco. Você tem a maldita mania de achar que os outros signos do zodíaco precisam de sua ajuda. Na verdade, você se acha superior e considera os outros signos do zodíaco idiotas. Adora reprimir tudo e todos, impaciente, mal-educado e fica dando conselhos fúteis aos outros. O que você faz mesmo é foder as pessoas que seguem seus conselhos idiotas. Você não passa de um desorganizado, não tem praticidade alguma e não sabe nem em que planeta vive. Quando alguém te questiona, você recorre ao misticismo, uma vez que sua inteligência é limitada. Piscinianos são ótimos macumbeiros. Na verdade, você que é o cabeça de bagre. 
Profissões típicas do pisciniano: Técnico de Futebol, Vendedor de enciclopédia, Pai-de-Santo ou Cartomante.
ACHEI SURREAL!!!

sábado, 11 de agosto de 2012

PARA O DIA DOS PAIS


UM DIA INESQUECÍVEL

- Pai segura minha mão, será que a água ta fria?
- To segurando filho, to segurando, vamos logo entrar na água para tirar essa areia, você ta parecendo um bife a milanesa. Aquele foi um dos dias mais felizes da minha vida, eu tinha monopolizado a atenção do meu pai por um dia inteiro. Eu devia ter uns oito anos de idade e meu pai nunca tinha tempo para sair com os filhos.
Alguns dias antes o pai tinha combinado uma visita à casa de um irmão que morava de frente para o mar e chegou para mim e disse: você quer ir comigo no sábado a casa do seu tio e depois irmos à praia? Claro que quero pai. Quero muito ir com o senhor. E não consegui dormir direito até o sábado, onde fui o primeiro acordar na casa e em seguida fui acordar minha mãe para preparar o café.
- Já está pronto filho? Já sim senhor. Então vamos. Eram umas oito horas da manhã.
Nós morávamos na Vila Naval no bairro do Alecrim onde só era permitido morar militares da marinha, e tínhamos que pegar um ônibus para ir até a Praia das Areias Negras, onde fica o Forte dos Reis Magos, atração turística de Natal, no estado do Rio Grande do Norte.
Depois de alguns quilômetros chegamos ao ponto final do ônibus, que ficava há algumas dezenas de metros da praia, mas minha ansiedade era tamanha que nem minhas pernas ainda bem curtas sentiriam a distancia a ser percorrida.
- Ta com sede filho? To não pai, eu quero é chegar logo.
- Mas eu tô, vamos fazer o seguinte: tem um bar ali na frente, enquanto eu bebo uma cerveja, você bebe um guaraná e depois vamos à casa do seu tio. Ta bom pai, eu também tenho sede.
- Quanto tempo meu irmão? Até parece que você mora em outro país, nunca vem me visitar, e esse meu sobrinho? Ta um garotão cada dia maior. Disse isto passando carinhosamente a mão na minha cabeça. – Vamos lá para varanda detrás, tomar um café e depois você vai ficar sabendo o motivo que eu ti chamei aqui.
Esse meu tio era advogado, tinha uma situação financeira bem tranquila e era bastante influente nos meios políticos, e o motivo do convite ao meu pai para visitá-lo era que mesmo ele sendo militar e impedido de votar, era um formador de opinião já que mostrava sinais claro de fazer parte de uma igreja evangélica, e o meu tio tinha objetivos políticos em mente.
Passado algum tempo, após as considerações finais e já agendada uma nova reunião e eu com uns trocados no bolso dados pelo meu tio, como que era de praxe toda vez que me via, fomos visitar o forte Reis Magos e em seguida para praia.
Enquanto meu pai tirava a calça comprida, e fazia uma espécie de tenda para nos abrigar do sol, eu olhava extasiado com uma mistura de medo e alegria para aquele mar azul infinito. Medo por lembrar-se da viagem que fizemos de navio do Rio de Janeiro a Recife em que passei muito mal e quase morri, e alegria de toda criança em ver aquele vai-e-vem das ondas quebrando na areia e deixando amostra os tatuís que rapidamente se enterravam fugindo das gaivotas e as gaivotas fugindo de mim ao me aproximar da água.
Passamos o dia brincando entre a água e a areia, meu pai quando entrava no mar me levava nas suas costas agarrado em seu pescoço, enquanto dava braçadas fortes, típicas de quem tinha uma enorme intimidade com o mar. Ele era um verdadeiro homem do mar.
Pai ! Aquele dia foi inesquecível para mim. Acredito ter sido o único dia da minha vida onde pude ter a sua quase total e exclusiva atenção . Sinto muitas saudades, meu pai! Onde você estiver, não esqueça de mim. Um dia estaremos juntos outra vez. 

sexta-feira, 8 de junho de 2012

Em ano eleitoral...



Em ano eleitoral irmão briga com irmão.

Em ano eleitoral as disputas , assim como o ânimo dos eleitores ficam muito acirrados, a ponto de várias pendengas que poderiam ser facilmente resolvidas numa mesa de bar durante a degustação de algumas cervejas geladas, acabam indo parar no Fórum.
Se o sujeito dá uma entrevista ou faz alguma declaração em algum jornal, corre o risco de ser processado e até tomar umas tapas na rua. Dá mesma forma acontece com quem entrevistou ou publicou a tal declaração.
As ações na justiça ocorrem em quase todas as situações possíveis. Na ausência de uma obra em determinado bairro, assim como na obra do bairro que acham ser desnecessária e cara. Na falta de licenças de obras e no excesso de licenças. Na falta de investimento no Turismo e no excesso de viagens para incrementar o Turismo. Na falta de projetos para Cultura e na falta de cultura dos funcionários. Na falta de investimentos em esportes náuticos e no excesso de escolinhas de futebol. Na falta de funcionários na Postura e na falta de postura de funcionários. Isto sem falar na área ambiental, na saúde, educação...
A situação em ano eleitoral é tão complicada, que o eleitor perde até sua identidade. Ele sai pela manha José. Volta para almoçar Francisco.  Chega ao fim do dia Antonio. E se for alguma reunião volta para dormir Joaquim. E nesta confusão acaba irmão brigando contra irmão.
Por estas e outras mais, que durante esta semana ouvi uma conversa entre eleitores sobre uma festa, e nela um cidadão que não chega a ser uma unanimidade em popularidade no Município passou mal. Prontamente, como acontece nos filmes havia um médico no local onde prestou os primeiros socorros e o encaminhou ao hospital. Ou para alguma clínica. Sabendo depois que o cidadão tinha sofrido um princípio de infarto, um deles comentou.
 – Este médico merece uma moção de repúdio.

sábado, 31 de março de 2012


ENCHENTE EM BAIXO GUANDU

As cidades de Baixo Guandu e Aimorés são distantes apenas cinco quilômetros uma da outra, sendo que Baixo Guandu está no Espírito Santo e Aimorés em Minas Gerais.
Em certa ocasião choveu muito na cabeceira do Rio Doce fazendo com que aumentasse, e muito o seu nível, e alagasse quase que completamente a cidade de Aimorés. Grande parte dos moradores de Aimorés tinha parentes em Baixo Guandu e partiram para a cidade vizinha para se abrigar, já que o numero de desabrigados foi muito grande. Como o nível da água chegou quase na altura do telhado das casas em certos bairros os moradores perderam tudo o que tinham.
Mas sempre que acontece algum desastre natural, as pessoas se solidarizam para arrecadar algum tipo de ajuda, fosse vestuário, água e alimento, e também a
 principal nestas horas tão difíceis, a ajuda espiritual.
Existe também aquela ajuda moral, pessoas dizendo aquele monte de frases tipo: o importante é que estamos vivos, ou estamos com saúde e é isso que importa, ou então, temos que agradecer a Deus até pelo infortúnio. E como toda a cidade pequena tem a sua estação de radio comunitário, Aimorés também tinha a sua e o seu locutor oficial para não fugir a regra, era uma figura. Ele cantava, fazia entrevistas, fazia jingles, recitava poemas, fazia locução de anúncios fúnebres, narrava jogos de futebol, e etc.
Durante os primeiros dias, onde a situação era calamitosa, o locutor era uma verdadeira mão na roda, fazendo com que todas as pessoas tivessem notícias uma das outras e soubessem como estavam acontecendo os trabalhos do poder público para a recuperação da cidade, devido o prefeito usar o microfone para confortar os cidadãos.
Mas o fato engraçado para uns e triste para outros, foi quando o locutor recebeu a notícia que a ponte sobre o Rio Doce tinha acabado de desabar. O sujeito pediu atenção, e muita atenção mesmo a todos os cidadãos aimoreenses para a próxima notícia que ele daria. E com uma voz rouca de locutor dando nota de falecimento, disse: 
Prezados cidadãos Aimoreenses. É como muito pesar que anuncio que a ponte caiu. Não estão atravessando carros pequenos. E muito menos os grandes.